sexta-feira, 17 de maio de 2013

BANCO DE QUESTÕES PARA A OLIMPÍADA DE HISTÓRIA

SEGUE AS 50 PRIMEIRAS QUESTÕES PARA ESTUDOS DA OLIMPÍADA DE HISTÓRIA DOS ALUNOS DOS PRIMEIROS ANOS DA ESCOLA PROFISSIONAL DEPUTADO JOSÉ MARIA MELO.

pergunta:Sobre o surgimento da agricultura - e seu uso intensivo pelo homem - pode-se afirmar que:
a) foi posterior, no tempo, ao aparecimento do Estado e da escrita.
b) ocorreu no Oriente próximo (Egito e Mesopotâmia) e daí se difundiu para a Ásia (Índia e China), Europa e, à partir desta para a América.
c) como tantas outras invenções teve origem na China, donde se difundiu até atingir a Europa e, por último, a América.
d) ocorreu, em tempos diferentes, no Oriente Próximo (Egito e Mesopotâmia), na Ásia (Índia e China) e na América (México e Peru).
e) de todas as invenções fundamentais, como a criação de animais, a metalurgia e o comércio, foi a que menos contribuiu para o ulterior progresso material do homem.

resposta:[D]
pergunta:"Já se afirmou ser a Pré-História uma continuação da História Natural, havendo uma analogia entre a evolução orgânica e o progresso da cultura". Sobre a Pré-História, qual das alternativas a seguir é incorreta?
a) Várias ciências auxiliam o estudo, como a Antropologia, a Arqueologia e a Química.
b) A Pré-História pode ser dividida em Paleolítico e Neolítico, no que se refere ao processo técnico de trabalhar a pedra.
c) Sobre o Paleolítico, podemos afirmar que foi o período de grande desenvolvimento artístico, cujo exemplo são as pinturas antropomorfas e zoomorfas realizadas nas cavernas.
d) O Neolítico apresentou um desenvolvimento artístico diferente do Paleolítico, através dos traços geométricos do desenho e da pintura.
e) Os primeiros seres semelhantes ao homem foram os Australopitecus e o Homem de Java que eram bem mais adaptados que o Homem de Neanderthal.

resposta:[E]
pergunta:Na Pré-História encontramos fases do desenvolvimento humano. Qual a alternativa que apresenta características das atividades do homem na fase neolítica?
a) Os homens praticavam uma economia coletora de alimentos.
b) Os homens fabricavam seus instrumentos para obtenção de alimentos e abrigo.
c) Os homens aprenderam a controlar o fogo.
d) Os homens conheciam uma economia comercial e já praticavam os juros.
e) Os homens cultivavam plantas e domesticavam animais, tornando-se produtores de alimentos.

resposta:[E]
pergunta:São fatos ligados à Revolução Neolítica:
a) Vida nômade e organização em tribos.
b) terras pertencentes ao Estado e escravismo.
c) domesticação de plantas e animais e sedentarização do homem.
d) escravidão, impostos em trabalho e vassalagem,
e) pintura em cavernas, vida nômade, caça e coleta de vegetais.

resposta:[C]
pergunta:As pinturas rupestres no paleolítico, tinham um significado mágico porque:
a) expressavam o culto aos deuses.
b) expressavam os valores religiosos.
c) expressavam deuses antropozoomórficos.
d) possuíam um caráter expressionista.
e) ao representar cenas de caça e animais, os homens primitivos desejavam sucesso na caça.

resposta:[E]
pergunta:Todas as alternativas correspondem a atividades desenvolvidas durante o neolítico. Assinale aquela que sofreu solução de continuidade quanto ao seu desenvolvimento.
a) A procura dos homens do neolítico pelas margens dos rios para se fixarem devido à secura do clima e à escassez de água.
b) A sedentarização do homem, o desenvolvimento do cultivo do solo, de técnicas de caça e a domesticação de animais.
c) A cultura dolmênica desenvolvida em parte da Europa.
d) O surgimento dos primeiros aglomerados urbanos devido à necessidade dos indivíduos se defenderem de saques e agressões.
e) O aparecimento dos primeiros trabalhos em metal, em barro e em lã.

resposta:[C]
pergunta:Sobre os ancestrais do homem moderno, é falso afirmar que:
a) no Paleolítico inferior, viveram os primeiros bandos de Australopitecos , Pithecantropus , Sinantropus e Paleontropus , todos pertencentes à família dos homínidas.
b) os homínidos do Plistoceno, ao contrário dos homínidos do Paleolítico inferior, se constituíam em uma única espécie.
c) com base nos estudos dos artefatos produzidos pelos homínidos, foram classificadas duas culturas: a cultura do núcleo e a cultura das lascas.
d) vivendo em bandos, os homínidos desenvolveram cooperação, produção e transmissão de conhecimento.
e) segundo estudos geológicos, e paleontológicos, os ancestrais do Homo sapiens , assim como o Homo sapiens , última espécie homínida, surgiu no Plistoceno.

resposta:[B]
pergunta:Em relação ao momento em que homens e mulheres se colocaram como seres históricos no mundo, é correto afirmar:
a) A invenção da escrita, da roda, do fogo é o que caracteriza os povos, considerados com história, que se estabeleceram às margens do rio Nilo, há milhões de anos.
b) A história da humanidade teve início na região conhecida na Antigüidade por Mesopotâmia, quando se inventou a escrita.
c) As pesquisas arqueológicas vêm apontando que a história humana teve início há um milhão de anos, em várias regiões do globo terrestre, simultaneamente.
d) Entre 4 e 6 milhões de anos atrás, surgiram na África os primeiros antepassados do ser humano com os quais teve início a história da humanidade.
e) O elemento preponderante no reconhecimento dos homens e mulheres como seres históricos é a invenção da linguagem, há 2 milhões de anos, no continente europeu.

resposta:[D]
pergunta:A prática da agricultura e a criação de rebanhos implicaram alterações nas sociedades neolíticas. Nesse contexto, em diversas comunidades do Oriente Próximo, identifica-se, entre outras transformações, o(a)
a) desenvolvimento de Impérios caracterizados pelo afastamento das tradições mítico-religiosas em favor de um pensamento racional e naturalista.
b) ampliação das atividades lucrativas, como, por exemplo, o comércio realizado pelos estrangeiros e seus escravos nos domínios das diversas cidades.
c) surgimento de uma prática política descentralizadora, que permitiu o livre desenvolvimento econômico das diferentes regiões ocupadas.
d) diferenciação social baseada na riqueza e no poder, com o surgimento do Estado, instrumento de controle e apropriação dos recursos naturais.

resposta:[D]
pergunta:Faz muito tempo que o diálogo sobre a origem do homem vem revelando descobertas científicas e esclarecendo, mesmo que de maneira provisória, a expansão dos seres humanos pelo planeta terra. Descoberto há poucos anos, o Australopithecus garhi é considerado:
a) um ancestral do homem que viveu entre quatro e três milhões de anos atrás.
b) o elo perdido entre o homo habilis e o homo erectus .
c) da espécie a que pertencia Lucy, o mais famoso dos antepassados da humanidade.
d) um hominídeo que viveu entre o Australopithecus aferensis e os Homo habilis e erectus .
e) um ancestral do homem de cérebro menor e menos inteligência que os Australopithecus boisei que viveram na África, há cerca de dois milhões de anos atrás.

resposta:[D]
pergunta:A denominação "Revolução Neolítica", cunhada nos anos 60 pelo arqueólogo Gordon Childe, refere-se a uma série de intensas transformações. Entre essas mudanças, é correto citar
a) a criação do poder político centralizado associado ao domínio do poder religioso.
b) o desenvolvimento de conglomerados urbanos baseados no trabalho escravo.
c) a instituição privada das terras, com o cultivo de cereais e a criação de animais.
d) o surgimento da divisão natural do trabalho, com a atribuição de papel produtivo relevante à mulher.
e) a transição da economia de subsistência para uma economia industrial.

resposta:[D]
pergunta:Tradicionalmente, podemos definir a pré-história como o período anterior ao aparecimento da escrita. Portanto, esse período é anterior há 4000 a.C, pois foi por volta desta época que os sumérios desenvolveram a escrita cuneiforme. Com base nesse entendimento, qual a alternativa que apresenta características das atividades do homem na fase paleolítica?
a) Os homens aprenderam a polir a pedra. A partir de então, conseguiram produzir instrumentos (lâminas de corte, machados, serras com dentes de pedra) mais eficientes e mais bem acabados.
b) Os homens descobriram uma forma nova de obter alimentos: a agricultura, que os obrigou a conservar e cozinhar os cereais.
c) Semeando a terra, criando gado, produzindo o próprio alimento, os homens não tinham mais por que mudar constantemente de lugar e tornaram-se sedentários.
d) Os homens conheciam uma economia comercial e já praticavam os juros.
e) Os homens ainda não produziam seus alimentos, não plantavam e nem criavam animais. Em verdade, eles coletavam frutos, grãos e raízes, pescavam e caçavam animais.

resposta:[E]
pergunta:Nas últimas décadas o Piauí vem figurando como um tema obrigatório nas discussões sobre o primitivo povoamento do território americano, o que decorre, principalmente, dos achados arqueológicos da Serra da Capivara, no município piauiense de São Raimundo Nonato. Sobre esse assunto, assinale, nas alternativas a seguir, aquela que está INCORRETA:
a) Os municípios de São Raimundo Nonato, no Piauí, e de Central, na Bahia, detêm os mais antigos vestígios da presença humana na região nordeste.
b) O acervo arqueológico de São Raimundo Nonato é administrado pela FUMDHAM - Fundação Museu do Homem Americano.
c) A arqueóloga Niede Guidon, personalidade mais conhecida entre os profissionais que atuam junto ao acervo arqueológico de São Raimundo Nonato, tem protagonizado, ao longo dos anos, vários conflitos e polêmicas com o governo do Piauí, com órgãos federais como o IBAMA e até mesmo, com nativos do município de São Raimundo Nonato.
d) Os achados arqueológicos de São Raimundo Nonato, no Piauí, assim como aqueles encontrados na Bahia, impõem uma revisão das teorias sobre o povoamento da América e não deixam dúvidas quanto à natureza autóctone do homem americano.
e) Hoje, apesar de ainda ser forte a tese do povoamento da América ter-se dado através do Estreito de Behring, os estudiosos, a partir de acervos arqueológicos como os do Piauí, consideram seriamente a hipótese de múltiplas correntes de povoamento. Quanto à data da chegada dos primeiros povoadores, ainda há muitas controvérsias, não estando, em rigor, nada definitivamente estabelecido.

resposta:[D]
pergunta:Sobre o surgimento da agricultura - e seu uso intensivo pelo homem - pode-se afirmar que:
a) foi posterior, no tempo, ao aparecimento do Estado e da escrita.
b) ocorreu no Oriente próximo (Egito e Mesopotâmia) e daí se difundiu para a Ásia (Índia e China), Europa e, à partir desta para a América.
c) como tantas outras invenções teve origem na China, donde se difundiu até atingir a Europa e, por último, a América.
d) ocorreu, em tempos diferentes, no Oriente Próximo (Egito e Mesopotâmia), na Ásia (Índia e China) e na América (México e Peru).
e) de todas as invenções fundamentais, como a criação de animais, a metalurgia e o comércio, foi a que menos contribuiu para o ulterior progresso material do homem.

resposta:[D]
pergunta:Os Estados Teocráticos da Mesopotâmia e do Egito evoluíram acumulando características comuns e peculiaridades culturais. Os Egípcios desenvolveram a prática de embalsamar o corpo humano porque:
a) se opunham ao politeísmo dominante na época.
b) os seus deuses, sempre prontos para castigar os pecadores, desencadearam o dilúvio.
c) depois da morte a alma podia voltar ao corpo mumificado.
d) construíram túmulos, em forma de pirâmides truncadas, erigidos para a eternidade.
e) os camponeses constituíam categoria social inferior.

resposta:[C]
pergunta:Comparando-se as civilizações da Antigüidade Ocidental (Grécia e Roma), com as da Antigüidade Oriental (Egito e Mesopotâmia), constata-se que ambas conheceram as mesmas instituições básicas, muitas das quais, aliás, o Ocidente tomou do Oriente. Contudo, houve um setor original e específico da civilização greco-romana. Trata-se do:
a) econômico, com novas formas de indústria e comércio que permitiram o surgimento de centros urbanos.
b) social, com novas formas de trabalho compulsório e hierarquias sociais baseadas no nascimento e na riqueza.
c) religioso, com o aparecimento de divindades com representação antropomórfica e poderes ilimitados.
d) cultural, com o desenvolvimento das artes plásticas e de expressões artísticas derivadas do uso da escrita.
e) político, com a criação de práticas participativas no poder e instituições republicanas de governo.

resposta:[E]
pergunta:Surgido na Antiga Mesopotâmia, é considerado o mais antigo código de leis escritas da humanidade:
a) Lei das Doze Tábuas.
b) Leis Draconianas.
c) Dez Mandamentos.
d) Código de Hamurabi.
e) Lei Tessalônica.

resposta:[D]
pergunta:O Crescente Fértil, expressão que identifica uma área da civilização antiga, refere-se às seguintes civilizações:
a) China, Índia e Japão
b) Grécia, Roma e Egito
c) Irã, Palestina e Mesopotâmia
d) Fenícia, Cartago e Roma

resposta:[C]
pergunta:Em relação ao momento em que homens e mulheres se colocaram como seres históricos no mundo, é correto afirmar:
a) A invenção da escrita, da roda, do fogo é o que caracteriza os povos, considerados com história, que se estabeleceram às margens do rio Nilo, há milhões de anos.
b) A história da humanidade teve início na região conhecida na Antigüidade por Mesopotâmia, quando se inventou a escrita.
c) As pesquisas arqueológicas vêm apontando que a história humana teve início há um milhão de anos, em várias regiões do globo terrestre, simultaneamente.
d) Entre 4 e 6 milhões de anos atrás, surgiram na África os primeiros antepassados do ser humano com os quais teve início a história da humanidade.
e) O elemento preponderante no reconhecimento dos homens e mulheres como seres históricos é a invenção da linguagem, há 2 milhões de anos, no continente europeu.

resposta:[D]
pergunta:Quando, a partir do final do último século a.C., Roma conquistou o Egito, e áreas da Mesopotâmia, encontrou nesses territórios uma forte presença de elementos gregos. Isto foi devido
a) ao recrutamento de soldados gregos pelos monarcas persas e egípcios.
b) à colonização grega, semelhante à realizada na Sicília e Magna Grécia.
c) à expansão comercial egípcia no Mediterrâneo Oriental.
d) à dominação persa na Grécia durante o reinado de Dario.
e) ao helenismo, resultante das conquistas de Alexandre, o Grande.

resposta:[E]
pergunta:"Em cada cidade-estado havia um templo dedicado à divindade principal. Os deuses eram considerados proprietários das terras de cultivo, preparadas pelos camponeses, através da secagem dos pântanos e da irrigação dos desertos. Os sacerdotes administram os templos e também a riqueza dos deuses como se fossem propriedades privadas." AQUINO, R. FRANCO, D., LOPES, O. "História das Sociedades". Rio de Janeiro: Ao Livro Técnico, 1986. p.110. O texto acima refere-se à
a) sociedade grega antiga, onde havia uma distinção clara entre o setor da produção, de caráter coletivo, e o religioso, de caráter privado.
b) estrutura social da Mesopotâmia, cuja unidade ideológica e econômica se baseava no setor religioso, representado por santuários.
c) organização do setor produtivo da Judéia, o qual se baseava num regime de parceria entre a classe sacerdotal e a camponesa.
d) estrutura sócio-religiosa das cidades fenícias, onde o poder político e econômico provinha de uma aristocracia latifundiária.

resposta:[B]
pergunta:A região da Mesopotâmia ocupa lugar central na história da humanidade. Na Antiguidade, foi berço da civilização sumeriana devido ao fato de
a) ser ponto de confluência de rotas comerciais de povos de diversas culturas.
b) ter um subsolo rico em minérios, possibilitando o salto tecnológico da idade da pedra para a idade dos metais.
c) apresentar um relevo peculiar e favorável ao isolamento necessário para o crescimento socioeconômico.
d) possuir uma área agriculturável extensa, favorecida pelos rios Tigre e Eufrates.
e) abrigar um sistema hidrográfico ideal para locomoção de pessoas e apropriado para desenvolvimento comercial.

resposta:[D]
pergunta:Os hilotas são freqüentemente definidos como escravos. Na verdade, um conjunto de fatores permite que eles sejam caracterizados mais como servos do que como escravos propriamente ditos. (...) eram todos da mesma origem e, uma vez subjugados, permaneciam juntos nos locais e jamais se afastavam. (...) estavam presos à terra; não podiam se transferir, eram propriedade do Estado, e executavam as tarefas agrícolas nas terras repartidas entre os cidadãos quando da conquista. (Maria Beatriz B. Florenzano, "O mundo antigo: economia e sociedade") O texto faz referência a um grupo social
a) de Roma.
b) do Egito.
c) de Atenas.
d) de Esparta.
e) da Mesopotâmia.

resposta:[D]
pergunta:O atual Iraque abrigou territorialmente a maior parte da Antiga Mesopotâmia ("terra entre rios") berço de ricas civilizações. Entre essas civilizações encontram-se os sumerianos, os quais se caracterizavam por
a) apresentar uma comunidade constituída por clãs familiares independentes, onde a administração política descentralizada era exercida pelos patriarcas das aldeias.
b) constituir um império duradouro e unificado, imune, graças a suas defesas naturais e a seus grandes exércitos, aos perigos inerentes às migrações de sociedades nômades.
c) representar uma sociedade liderada pela oligarquia mercantil e pelos proprietários de navios, cujo poder e riqueza advinham sobretudo do comércio e do domínio dos mares do Oriente Médio.
d) provocar uma ruptura embrionária entre a dimensão divina e a dimensão humana da figura real, dado que o "Patesi" não era o seu próprio Deus, como no Egito, mas apenas seu representante.
e) formar um povo economicamente auto-suficiente, que não praticava relações comerciais com o exterior.

resposta:[D]
pergunta:País localizado na região da antiga Mesopotâmia, guardando ainda hoje um dos mais ricos patrimônios arqueológicos do mundo, ele foi o centro do Império Árabe nos séculos VIII e IX. O país contemporâneo a que se refere é:
a) Irã.
b) Iraque.
c) Turquia.
d) Afeganistão.
e) Arábia Saudita.

resposta:[B]
pergunta:Os hebreus se constituíram inicialmente em um pequeno grupo de pastores nômades, organizados em clãs, chefiados por um patriarca. Conduzidos por Abraão, deixaram a cidade de Ur, na Mesopotâmia, e se fixaram na Palestina ("Canaã", a Terra Prometida), por volta de 2000 a.C. Todavia, entre os povos da Antiguidade Oriental, os hebreus foram um dos que mais influenciaram a cultura da civilização ocidental, uma vez que o cristianismo é considerado uma continuação das tradições religiosas hebraicas. Sobre esse povo, assinale a alternativa INCORRETA.
a) As guerras geraram a unidade política dos hebreus. Esta unidade se firmou primeiro em torno de juízes e, depois, em volta dos reis.
b) A religião foi uma das bases da cultura hebraica e sua principal característica sempre foi a crença em vários deuses, entre os quais o principal era Jeová que, segundo a tradição, morava no monte Sinai junto a outros deuses e semi-deuses.
c) Durante o domínio romano na Palestina, o nacionalismo dos hebreus foi sufocado pelos imperadores romanos e o auge da repressão aconteceu com a destruição do templo de Jerusalém, quando os hebreus, então, dispersaram-se por várias regiões do mundo. Esse episódio ficou conhecido como Diáspora.
d) A Palestina era uma pequena faixa de terra que se estendia pelo vale do rio Jordão. Limitava-se ao norte com a Fenícia, ao sul, com as terras de Judá, a leste, com o deserto da Arábia e, a oeste, com o mar Mediterrâneo.
e) Os hebreus eram um povo de origem semita, assim como os árabes.

resposta:[B]
pergunta:A presença de rios ou a proximidade do mar foram decisivas para o desenvolvimento de cidades e sociedades antigas e modernas. Um exemplo disso é
a) a importância do rio Nilo, na Antiguidade, na integração das várias sociedades do Oriente próximo e na união dos reinos do Alto Egito e do Baixo Egito, evitando a invasão da região por outros povos.
b) o papel exercido pelo Bósforo, que corta a atual Istambul, antes chamada de Constantinopla e de Bizâncio, e sempre assegurou a hegemonia internacional do povo que vivesse à sua volta.
c) a divisão de terras provocada pelos rios Tigre e Eufrates, que isolavam geograficamente os vários grupos que viviam na antiga Mesopotâmia e instigaram conflitos prolongados entre eles.
d) o controle do Mar Mediterrâneo por árabes e fenícios no decorrer de toda a Idade Média, permitindo-lhes invadir território europeu e impedir a circulação de embarcações militares inglesas e francesas.
e) a posição geográfica de Veneza, no norte do Mar Adriático, que lhe permitiu ser ponto de partida de Cruzadas e ter participação ativa no comércio medieval de especiarias e sedas do Oriente.

resposta:[E]
pergunta:Os sumérios foram os primeiros habitantes da Mesopotâmia. Eles se autodenominavam "as cabeças negras" e a região na qual habitavam denominavam de "terra de Sumer". Sobre este povo, assinale o correto.
a) Eram nômades, voltados para a guerra e a conquista de novos territórios. Ao contrário de outros povos, repudiavam o comércio, não possuíam uma cultura definida ou uma religião organizada, com um panteão e seu ritos.
b) Oriundos de diversos grupos étnicos, vindos do deserto da Síria, começaram a penetrar aos poucos nos territórios da região mesopotâmica em busca de terras agricultáveis. Eram conhecidos pela sua habilidade no comércio.
c) Eram sedentários. Agricultores, realizaram obras de irrigação e canalização dos rios. Construíram as primeiras cidades fortificadas que funcionaram como cidades-estados. Utilizavam técnicas de metalurgia e a escrita.
d) Eram, sobretudo, comerciantes e artesãos. Sem nenhuma aquisição cultural significativa. Fundaram um império unitário com um regime político único. Descendentes dos semitas, foram os primeiros a buscar uma religião monoteíta.

resposta:[C]
pergunta:Diáspora é o termo que designa a dispersão dos hebreus por várias regiões do mundo, após serem expulsos de seu território no século II. Somente depois de 1948, com a criação do Estado de Israel, esse povo pôde voltar a se reunir num mesmo país. Entretanto, essa reconquista vem sendo, há quase meio século, motivo de contendas entre os israelenses e o povo ocupante daquela região. O ano de 1995, talvez, seja o marco do apaziguamento desses conflitos, uma vez que acordos têm sido realizados por seus líderes, sob a chancela da diplomacia internacional - o que, infelizmente, não impediu o assassinato do primeiro ministro de Israel. O povo que provocou a dispersão dos hebreus no século II e o povo que manteve o confronto com os israelenses desde 1948 são, respectivamente,
a) os egípcios e os iranianos.
b) os romanos e os palestinos.
c) os palestinos e os egípcios.
d) os romanos e os iranianos.
e) os egípcios e os palestinos.

resposta:[B]
pergunta:" ... essencialmente mercadores, exportavam pescado, vinhos, ouro e prata, armas, praticavam a pirataria, e desenvolviam um intenso comércio de escravos no Mediterrâneo..." O texto refere-se a características que identificam, na Antiguidade Oriental, os
a) fenícios.
b) hebreus.
c) caldeus.
d) egípcios.
e) persas.

resposta:[A]
pergunta:Ajudaram os espartanos a vencer os atenienses na Guerra do Peloponeso, mas não foram eles que acabaram por conquistar toda a Grécia. Pelo contrário, posteriormente, eles foram também conquistados e integrados a um novo império. Trata-se dos
a) egípcios e do Império Romano.
b) fenícios e do Império Cartaginês.
c) persas e do Império Helenístico.
d) siracusanos e do Império Siciliota.
e) macedônios e do Império Babilônico.

resposta:[C]
pergunta:Considerando a arte egípcia e grega, na Antigüidade, especialmente a escultura, podemos afirmar corretamente:
a) O Mediterrâneo, situado entre a Europa e a Ásia, impediu qualquer influência artística entre essas sociedades.
b) a escultura egípcia configurava uma visão idealizada do homem.
c) Os egípcios, assim como os gregos, rejeitaram associar a arte às concepções religiosas e ao poder.
d) os egípcios foram professores dos gregos na arte da escultura, fornecendo-lhes a inspiração e, mais importante, a técnica.

resposta:[D]
pergunta:Em relação aos povos da Antigüidade, é correto afirmar que
a) os assírios foram submetidos por Nabucodonosor, originando o episódio conhecido como o Cativeiro da Babilônia.
b) os fenícios foram os criadores do alfabeto, posteriormente aperfeiçoado pelos gregos e latinos.
c) os hebreus criaram um quadro religioso caracterizado pelo politeísmo e a mumificação.
d) os egípcios estabeleceram, em 300 a.C., o importante Código de Hamurabi, um dos primeiros códigos jurídicos escritos.
e) os persas, após derrotarem as tropas de Alexandre, conseguiram anexar o território grego ao seu império.

resposta:[B]
pergunta:Um império teocrático, baseado na agricultura, na arregimentação de camponeses para grandes obras e profundamente dependentes das águas de um grande rio. Esta frase se refere aos:
a) fenícios e a importância do Tigre;
b) hititas e a importância do Eufrates;
c) sumérios e a importância do Jordão;
d) cretenses e a importância do Egeu;
e) egípcios e a importância do Nilo.

resposta:[E]
pergunta:Quando, a partir do final do último século a.C., Roma conquistou o Egito, e áreas da Mesopotâmia, encontrou nesses territórios uma forte presença de elementos gregos. Isto foi devido
a) ao recrutamento de soldados gregos pelos monarcas persas e egípcios.
b) à colonização grega, semelhante à realizada na Sicília e Magna Grécia.
c) à expansão comercial egípcia no Mediterrâneo Oriental.
d) à dominação persa na Grécia durante o reinado de Dario.
e) ao helenismo, resultante das conquistas de Alexandre, o Grande.

resposta:[E]
pergunta:"Quanto às galeras fugitivas, carregadas de doentes e feridos, tiveram que enfrentar, no rio Nilo, os navios dos muçulmanos que barravam sua passagem e foi um massacre quase total: os infiéis só pouparam aqueles que pudessem ser trocados por um bom resgate. A cruzada estava terminada. E foi cativo que o rei entrou em Mansourah, extenuado, consumido pela febre, com uma desinteria (sic) que parecia a ponto de consumi-lo. E foram os médicos do sultão que o curaram e o salvaram." Joinville. Livro dos Fatos (A 1 Cruzada de São Luís) Os acontecimentos descritos pelo escritor Joinville, em 1250, revelam que as Cruzadas foram
a) organizadas pelos reis católicos, em comum acordo com chefes egípcios, para tomar Jerusalém das mãos dos muçulmanos.
b) consequência das atrocidades dos ataques dos islâmicos nas regiões da Península Ibérica.
c) uma resposta ao domínio do militarismo árabe que ameaçava a segurança dos países cristãos e do papado.
d) um movimento de expansão de reis cristãos e da Igreja romana nas regiões do mundo islâmico.
e) expedições militares organizadas pelos reis europeus em represália aos ataques dos bizantinos a Jerusalém.

resposta:[D]
pergunta:O Império Bizantino se originou do Império Romano do Oriente, reunindo diferentes povos: gregos, egípcios, eslavos, semitas e asiáticos. Em razão disso, foi preciso criar um eficiente sistema político e administrativo para dar força e coesão àquele mosaico de povos e culturas. Sobre o Império Bizantino é INCORRETO afirmar que:
a) a religião fornecia a fundamentação do poder imperial, mas absorvia grande parte dos recursos econômicos, originando várias crises.
b) a intolerância religiosa não deixava espaço de autonomia para que os indivíduos escolhessem seus próprios caminhos para a salvação.
c) a estrutura eclesiástica era extensa e muito influente, provocando intensa espiritualidade popular e várias controvérsias teológicas.
d) a fusão entre poder temporal e poder espiritual permitia que o Imperador indicasse laicos para postos na hierarquia eclesiástica.
e) a importância política do Imperador impediu que o Patriarcado se desenvolvesse independentemente, tal como o Papado do Ocidente.

resposta:[B]
pergunta:A cidade de Jerusalém, na Palestina, é considerada sagrada por judeus, cristãos e muçulmanos. Sua história conheceu vários movimentos históricos e religiosos, da Antigüidade aos dias atuais. Por Jerusalém passaram ou lá se fixaram os
a) hebreus, que viveram na região a que chamavam de Canaã até o século VI a.C., quando preferiram invadir as férteis terras egípcias e abandonaram voluntariamente a cidade.
b) gregos, que ocuparam a Palestina durante o governo democrático de Clístenes sobre Atenas, no século V a.C, e criaram um pólo de difusão da cultura grega na cidade.
c) romanos, que no século I ampliaram os limites de seu Império, levando-os até a Palestina, e expulsaram os judeus e os muçulmanos da cidade.
d) egípcios, que estabeleceram na região, por volta do século V a.C, a capital de seu império unificado, proibindo a presença de cristãos e judeus na cidade.
e) muçulmanos, que na expansão iniciada no século VII, que também se dirigiu ao Ocidente e chegou a conquistar parte da Península Ibérica, tomaram a cidade.

resposta:[E]
pergunta:Cronologicamente, a Idade Antiga se estendeu desde as primeiras formas de desenvolvimento das civilizações humanas (formação de classes sociais, Estado e divisão social do trabalho), por volta de 4000 anos antes de Cristo, até o ano de 476 d.C., com a queda do Império Romano do Ocidente. Sobre esse período é INCORRETO afirmar que:
a) no campo das ciências, os mesopotâmios desenvolveram a astronomia, elaborando cartas astronômicas e estudando as diferenças entre estrelas e planetas e fixaram os doze signos do zodíaco.
b) o Zend-Avesta, o Livro dos Mortos e o Pentateuco foram textos considerados sagrados, respectivamente, pelos persas, egípcios e hebreus.
c) os romanos assimilaram muitos aspectos da cultura dos povos vencidos, principalmente dos gregos. Dotados de notável senso prático, souberam reelaborar essas influências, nas quais introduziram inovações que levaram à formação de uma cultura original.
d) com a criação da democracia e da filosofia, os gregos nos deram as principais bases do pensamento científico, além dos mais importantes fundamentos da arte ocidental.
e) a civilização fenícia estruturou-se em bases agrícolas, constituindo um Estado centralizado e teocrático.

resposta:[E]
pergunta:Sobre o surgimento da agricultura - e seu uso intensivo pelo homem - pode-se afirmar que:
a) foi posterior, no tempo, ao aparecimento do Estado e da escrita.
b) ocorreu no Oriente próximo (Egito e Mesopotâmia) e daí se difundiu para a Ásia (Índia e China), Europa e, à partir desta para a América.
c) como tantas outras invenções teve origem na China, donde se difundiu até atingir a Europa e, por último, a América.
d) ocorreu, em tempos diferentes, no Oriente Próximo (Egito e Mesopotâmia), na Ásia (Índia e China) e na América (México e Peru).
e) de todas as invenções fundamentais, como a criação de animais, a metalurgia e o comércio, foi a que menos contribuiu para o ulterior progresso material do homem.

resposta:[D]
pergunta:Ao final do século passado, a dominação e a espoliação assumiam características novas nas áreas partilhadas e neocolonizadas. A crença no progresso, o darwinismo social e a pretensa superioridade do homem branco marcavam o auge da hegemonia européia. Assinale a alternativa que encerra, no plano ideológico, certo esforço para justificar interesses imperialistas.
a) A humilhação sofrida pela China, durante um século e meio, é algo inimaginável para os ocidentais.
b) A civilização deve ser imposta aos países e raças onde ela não pode nascer espontaneamente.
c) A invasão de tecidos de algodão do Lancashire desferiu sério golpe no artesanato indiano.
d) A diplomacia do canhão e do fuzil, a ação dos missionários e dos viajantes naturalistas contribuíram para quebrar a resistência cultural das populações africanas, asiáticas e latino-americanas.
e) O mapa das comunicações nos ensina: as estradas de ferro colocavam os portos das áreas colonizadas em contato com o mundo exterior.

resposta:[B]
pergunta:A China, durante o seu império, sofrendo pressões de vários países, foi obrigada a ceder algumas partes do seu território a países europeus. Recentemente, um desses territórios, em poder do Reino Unido, foi devolvido ao governo chinês. Trata-se do território de:
a) Cingapura.
b) Macau.
c) Taiwan.
d) Hong-Kong.
e) Saigon.

resposta:[D]
pergunta:Sobre as etapas do processo de construção do socialismo na China, é correto afirmar que:
a) durante o governo republicano do Partido Nacionalista (Kuomintang), de Sun Yat-sen, que havia proclamado a república em 1911, a aliança com os chefes militares regionais ("Senhores da Guerra") permitiu a extinção das zonas de influência ocidentais e japonesas na China.
b) o Tratado de Versalhes, em 1919, definiu a soberania chinesa diante do Japão, o que permitiu a formação de um governo de coligação nacional com o apoio popular, do qual participavam os "senhores da guerra", o Kuomintang e os comunistas.
c) a Longa Marcha, em 1934-35, foi uma reação popular contra a invasão da Manchúria pelos Russos, em 1931, que reuniu as forças militares do Kuomintang e do Partido Comunista Chinês para a libertação dessa região.
d) ao final da Segunda Guerra Mundial, em 1945, acirraram-se as rivalidades entre o Partido Comunista Chinês e a União Soviética Stalinista, que passou a ajudar militarmente o Kuomintang em sua luta contra os comunistas, lançando a China em um período de guerra civil.
e) após a vitória dos comunistas, em 1949, foram implantadas diversas reformas, que não conseguiram atender às exigências sociais, o que provocou críticas crescentes que ameaçavam o governo do Partido Comunista, culminando no "Movimento das Cem Flores", em 1956.

resposta:[E]
pergunta:A China desponta nos dias de hoje como uma das possíveis grandes potências do próximo século. Todavia, até meados do século XIX, ela era um país em grande parte isolado do restante do mundo e que, apesar de apresentar uma economia enfraquecida, resistia à voracidade dos interesses ocidentais. Naquela época os primeiros a quebrarem esse isolamento foram os ingleses Assinale a ÚNICA alternativa que corresponde aos meios empregados pelos ingleses para impor à China o comércio e outras influências ocidentais:
a) a monopolização do comércio da região, pela Companhia das Índias Ocidentais;
b) a Guerra do Ópio, com ataques às cidades portuárias chinesas;
c) a assinatura de tratados de livre comercialização do chá chinês;
d) a Guerra dos Boers, levando ao extermínio os nativos da região;
e) a imposição à China de uma nova forma de governo com feições ocidentais.

resposta:[B]
pergunta:"O drama foi tão vasto quanto a própria China. Encorajados pelos ventos da libertação vindos de Moscou e da Europa do Leste, quase um milhão de manifestantes foram se juntando na Praça da Paz Celestial, em Pequim, para pedir reformas. Após sete semanas, sobrou um núcleo de três mil estudantes que pediam a democracia." (Revista "Veja" - Editora Abril) O trecho acima refere-se à:
a) Revolução Cultural, na qual grupos políticos antagônicos assumiram posições marcadas pelo radicalismo.
b) proclamação da República Popular da China, após o vitorioso movimento liderado por Mao Tse-Tung.
c) cisão entre a China e a União Soviética, devido a divergências relativas à tese de coexistência pacífica.
d) manifestação que obrigou os seguidores de Chiang Kai-Shek a fundar a China nacionalista em Taiwan (Ilha de Formosa).
e) repressão comunista contra o movimento por abertura política e contra a corrupção e privilégios de altos funcionários do Partido Comunista Chinês.

resposta:[E]
pergunta:Nas relações internacionais após 1945, os Tratados de Genebra, de 1954, representam
a) o fim da presença do colonialismo francês, na Indochina.
b) o encerramento da Guerra da Coréia.
c) a divisão definitiva do Vietnã em dois Estados independentes.
d) o início dos preparativos para as eleições gerais, para a reunificação do Vietnã.
e) o início da Coexistência Pacífica entre URSS e EUA.

resposta:[A]
pergunta:No final do século XIX, em decorrência do neocolonialismo, um violento conflito se deu entre China e Inglaterra, devido ao interesse britânico em impor seu domínio sobre a China. O conflito a que se refere o texto foi:
a) a Guerra da Manchúria.
b) a Guerra dos Boers.
c) a Guerra dos Boxers.
d) a Guerra dos Cipaios.
e) a Guerra do Ópio.

resposta:[E]
pergunta:Um dos fatos mais expressivos da década de 60 na China foi o movimento de dominação política e ideológica dirigido por MaoTsé Tung, que está associado à:
a) Revolução Vermelha.
b) Revolução Cultural.
c) Revolução Verde.
d) Revolução dos Quatro.
e) Revolução Intelectual.

resposta:[B]
pergunta:Sobre as invasões dos "bárbaros" na Europa Ocidental, ocorridas entre os séculos III e IX, é correto afirmar que:
a) foi uma ocupação militar violenta que, causando destruição e barbárie, acarretou a ruína das instituições romanas.
b) se, por um lado, causaram destruição e morte, por outro contribuíram, decisivamente, para o nascimento de uma nova civilização, a da Europa Cristã.
c) apesar dos estragos causados, a Europa conseguiu, afinal, conter os bárbaros, derrotando-os militarmente e, sem solução de continuidade, absorveu e integrou os seus remanescentes.
d) se não fossem elas, o Império Romano não teria desaparecido, pois, superada a crise do século III, passou a dispor de uma estrutura sócio-econômica dinâmica e de uma constituição política centralizada.
e) os Godos foram os povos menos importantes, pois quase não deixaram marcas de sua presença.

resposta:[D]
50 pergunta:Dos Séculos III a I a.C., através de guerras de conquista, os patrícios romanos estenderam a sua dominação sobre quase todos os povos do Mediterrâneo. Mas essa vitória externa de Roma contribuiu para transformar a sua própria ordem social interna. Como uma das mais importantes transformações, podemos citar:
a) a queda da monarquia e o estabelecimento da república.
b) a Lei das XII Tábuas, que equiparou patrícios e plebeus.
c) a escravização generalizada dos plebeus e estrangeiros residentes em Roma.
d) a introdução do latifúndio cultivado por escravos, em larga escala.
e) a generalização do trabalho assalariado, estimulada pela expansão mercantil.

resposta:[D]

Nenhum comentário:

Postar um comentário